Conhece aqui as acções da JSD Monchique. A força de uma juventude diferente, com a coragem de lutar e viver por inteiro as ideias em que acredita.

sábado, janeiro 25, 2003

"Vida Cultural"

COMUNICADO

Afinal Monchique tem “Vida Cultural”

No seguimento da publicação da “Agenda Cultural de Monchique”, que criticava a inexistência de uma política cultural em Monchique, a Câmara Municipal responde com uma outra publicação. Trata-se de um Calendário do ano 2003, mas curiosamente, a mensagem é a mesma, contudo desta vez as páginas em branco foram enriquecidas com fotografias de maquetas e mentiras que enchem o olho a qualquer um que desconheça a realidade desta terra e que desconheça os malabarismos e a hipocrisia de quem a governa.
Para todos aqueles que aqui vivem, claro está trata-se de mais uma lamentável situação em que o cidadão é gozado e tratado com desprezo.
Neste irónico calendário podem-se encontrar, sobre uma imagem da exuberante paisagem de Monchique, quatro fotografias nas quais foi escolhida a parte mais “bonita”. Estamos a falar de:
- uma fotografia da maqueta do Convento da Nossa Senhora do Desterro, a aguardar o cumprimento de sucessivas promessas que a cada ano se renovam, mas sempre com o mesmo desfecho, que todos conhecem;
- uma imagem de um candeeiro...;
- uma vista de um edifício com um grande letreiro com a inscrição “Biblioteca”, que segundo foi possível apurar será temporariamente a biblioteca municipal; curioso é o facto de o bibliotecário da única biblioteca que temos conhecimento existir, e a desempenhar estas funções há mais de quarenta anos, nada saber sobre esse assunto, pois ainda não foi “ouvido nem achado”; e o senhor presidente, já terá ido ao local?;
- um detalhe da capela de Santo António, local este que se encontra em obras há algum tempo; curiosa é a designação que a publicação lhe dá, “Galeria”; quem diria que o edifício que se pensava destinado à Ludoteca, e que já foi um pouco de tudo segundo suposições que se foram fazendo, afinal é uma galeria?!; bom, também poderia ser qualquer outra coisa, bastaria colocar-lhe outro nome por baixo da fotografia.
Que figurão faz o Dr. Carlos Tuta a oferecer calendários de Monchique aos seus amigos com a frase “Monchique – Natureza com Vida Cultural”. O que pensarão eles? Que afinal tudo aquilo que se ouve dizer sobre as páginas em branco da cultura em Monchique é mentira? Que Monchique, afinal, tem “Vida Cultural”? Ou que o Dr. Carlos Tuta quer tapar o Sol com uma peneira, e fazer crer que Monchique, na realidade, é como na sua criativa imaginação?
NÃO!!! Monchique não tem nenhuma Biblioteca daquelas, não tem nenhuma galeria, nem o convento está em vias de ser recuperado. A cultura virtual que o Dr. Carlos Tuta anda a vender é mais uma das mentiras que não toleramos, mais uma das mentiras descaradas que queremos denunciar.
A JSD de Monchique lamenta este tipo de ridicularização a que o executivo PS está a sujeitar toda a população de Monchique e vem, uma vez mais, exigir medidas concretas, acções culturais para o seu concelho, e não a “cultura virtual”. Não vivemos num mundo de maquetas nem de letreiros.
Ao senhor Presidente, Dr. Carlos Tuta, desejamos momentos mais felizes, pois estas situações repetem-se e somos levados a concluir que ele não tem competência nem capacidade para governar um concelho que necessita de mais vida, que tem grandes anseios para o futuro e que ainda tem muito para dar a este Algarve que cada vez mais se vira para a serra, para o interior. Não será certamente com pessoas como o Dr. Carlos Tuta que Monchique se desenvolverá, pois a sua política de terra queimada que não faz nem deixa fazer leva-nos a encarar o futuro com muita preocupação.


Monchique, 25 de Janeiro de 2003
A J.S.D. Monchique

 
Site Meter